EMPRESA


O idealizador


O sonho do Chef Waldemar era que os filhos estudassem e se formassem doutores. Por isso, não os incentivava a seguir a mesma carreira que o consagrou.

Porém, os filhos cresceram em um ambiente em que o cheiro e o sabor eram os principais cartões de visita. Com os dois pés na cozinha desde a infância, mesmo que tivesse tentado outros rumos profissionais, o filho Alexandre acabou seguindo o caminho do fogão.

Antes de resolver empreender e abrir o Chef Waldemar Express, em 1999, o jovem Alexandre fez experiências em outras áreas. Começou um curso de Administração e, depois, ingressou em Medicina. Como não se sentia realizado em nenhuma das duas áreas, acabou desistindo de ambos.

Frustrado com isso e sentindo que frustrava as expectativas do pai, Alexandre resolveu que queria trabalhar. Sem currículo e experiência, encontrou muitas portas fechadas pelo caminho. Foi aí que teve a ideia de abrir o próprio negócio. Para sorte dos clientes e dos quase 200 colaboradores que hoje fazem o dia a dia do Chef Waldemar Express.

Alexandre, então aos 20 anos, percebeu que Blumenau tinha potencial para um serviço em especial de tele-entregas. Embora a cidade já tivesse muitas opções em delivery de refeições (pizzas, lanches e comida chinesa), nenhuma se igualava à qualidade e tradição associadas ao nome do seu pai.

Contra a vontade do Chef e mesmo sabendo que muitas pessoas a sua volta não acreditavam na ideia, ele encarou o desafio e “penhorou” o carro, que havia recebido como presente há poucos meses. O que lhe deu o impulso financeiro inicial.

Ao abrir o Chef Waldemar Express, em novembro de 1999, Alexandre passava a oferecer um serviço inédito, levando, até o endereço do cliente, refeições completas, com qualidade e sabor. Receitas tradicionais da culinária internacional, que chegavam à mesa ainda quentes e bem apresentadas, prontas para serem degustadas. Tal qual o fazia seu pai, nos banquetes que eram privilégios de poucos.

Poucos podiam alcançar a visão que o jovem empreendedor tinha para o seu novo negócio. O próprio pai, descrente de que o público fosse aceitar um serviço de entrega de comida internacional a domicílio, nos primeiros dias de funcionamento, sem que o filho soubesse, telefonava para os amigos e pedia que eles ligassem para o Chef Waldemar Express para fazer encomendas. Garantia que devolveria o dinheiro depois, se não gostassem da comida.

O fato é que todos aprovaram o cardápio e o serviço. E o Chef Waldemar precisou de pouco tempo para se tornar sucesso. Alexandre, otimista, já assegurava ao pai que a empresa se tornaria um dia, uma grande rede no setor de alimentação.